Motor de popa

Como saber qual o melhor motor para usar na lancha?

Para quem está procurando pela primeira embarcação é preciso observar os diversos itens essenciais para que sua lancha tenha um excelente desempenho. O espaço, as acomodações e o conforto sem dúvida são importantes, mas o casco e o motor darão total desempenho ao seu barco.

Mas, como escolher o motor ideal para minha lancha? A diesel ou a gasolina?

Tudo depende do quanto quer gastar navegando, da potência e da autonomia desejadas. Só assim dá para fazer cálculos e descobrir qual tipo de motor é mais vantajoso.

Nessa postagem, queremos demonstrar informações importantes para aqueles que ainda têm alguma dúvida sobre qual tipo de motor usar em sua lancha, auxiliando na escolha da motorização adequada em harmonia com o seu estilo de vida, além de um comparativo dos pontos positivos e negativos entre motorização a diesel e a gasolina.

Conheça os pontos positivos do motor diesel

Os motores a diesel não são tão inflamáveis quanto os a gasolina, se houver vazamento a bordo, é menos arriscado a um incêndio.

São mais resistentes ao tempo, pois o circuito de refrigeração é fechado e a água salgada não passa por dentro do motor. Seus componentes são mais duradouros, porque foram construídos para suportar uma alta taxa de compressão e alguns deles trabalham em rotações mais baixas que os motores a gasolina, com isso, têm maior valor de revenda.

Esses motores têm mais torque, ou seja, mais força para impulsionar o barco, com isso, tem um menor consumo de combustível. É cerca de 35% mais econômico que um similar a gasolina, por isso é a única opção para embarcações maiores e mais pesadas. Além da diferença de preço, o diesel custa aproximadamente 23% menos por litro que a gasolina e rende mais. (dados de 2017)

Por ter menor consumo, os motores a diesel oferecem autonomia de cerca de 50% maior que os motores a gasolina e o combustível ainda dura cerca de quatro meses parado no tanque sem perder suas propriedades, duas vezes mais que a gasolina.

Os pontos negativos do motor a diesel

Alguns motores a diesel geralmente são cerca de 40% mais pesados que os motores a gasolina, o que acaba prejudicando a arrancada e a estabilidade do barco, mas nas velocidades de cruzeiro e máxima, se equivalem aos a gasolina.
São maiores, ocupando mais espaço a bordo e geralmente custam quase o dobro de um motor similar a gasolina.

A instalação é mais complexa, pois a bateria e o filtro do motor são maiores e necessitam de mangueira de retorno de combustível para o tanque. O diesel cria uma espécie de “lama” no fundo do tanque e, por isso, é preciso limpá-lo, pelo menos, uma vez por ano. As revisões dos motores diesel custam em média 50% mais em relação aos a gasolina e são feitas nos mesmos períodos que o motor a gasolina.

Saiba os pontos positivos do motor a gasolina

A instalação do motor a gasolina é bem mais simples do que o motor a diesel, pois não tem, por exemplo, a mangueira de retorno de combustível, apenas mangueira de alimentação. Esses motores poluem menos, não vibram e nem são tão barulhentos como os motores a diesel.

Além disso, o motor é menor, facilitando o acesso, a montagem e barateia o custo da manutenção. Custa, em média, a metade do preço de um motor similar a diesel.
São cerca de 40% mais leves e isso ajuda no desempenho, especialmente nas arrancadas, o que o torna ideal, por exemplo, para quem gosta de esquiar. Já as velocidades de cruzeiro e máxima equivalem ao desempenho do diesel.

Os pontos negativos do motor a gasolina

Os motores a gasolina são menos resistentes ao tempo, pois a parte mecânica é mais frágil que a dos similares a diesel. Os motores eletrônicos a gasolina são mais difíceis de lavar, pois alguns conectores e chips são sensíveis à água, comparados aos motores diesel mecânicos.

Não possuem muita força e, por isso, impróprios para barcos mais pesados. Isso faz com que o consumo seja maior e a autonomia é cerca de 50% menos em relação aos motores a diesel, além do combustível ser mais caro por litro. A durabilidade da gasolina dentro do tanque, antes de perder suas propriedades é de apenas dois meses, duas vezes menor que o do motor a diesel.

Ainda está com dúvidas? Confira algumas perguntas e respostas sobre motores a diesel e a gasolina.

1- Motor a diesel consome menos do que a gasolina?
Sim. O desempenho do motor diesel é mais eficiente, o que leva a redução significativa de consumo, além disso, um litro de diesel gera mais energia do que um litro de gasolina. Por outro lado, por trabalhar em rotações mais baixas e com taxas de compressão quase duas vezes maiores, os esforços estruturais no motor a diesel são maiores e com isso, ele pesa mais. Com o barco mais pesado, o arrasto aumenta e é necessário mais potência para movê-lo.

2- Motores a gasolina são mais propensos a incêndios?
Não. Hoje, com a injeção de combustível e a ignição eletrônica, entre outros avanços, a segurança entre os motores com combustíveis diferentes é equivalente e tudo depende mais do projeto do barco e dos cuidados de manutenção.

3- Para um barco navegar com o dobro da velocidade precisa do dobro da potência?
Muito mais que isso. A potência necessária cresce exponencialmente como o aumento da velocidade. Para aumentar 30% na velocidade no planeio, pode ser preciso uma potência 70% maior. Isso é um dos motivos da falsa ideia de que um motor a diesel de menor potência pode dar ao barco o mesmo desempenho. Quem navega no mar, quase sempre o faz abaixo da velocidade máxima da embarcação, por segurança e conforto. Nesta situação, um motor de menor potência máxima ainda pode fornecer o necessário para a navegação, mas convém lembrar que ele irá operar em condições mais críticas, por estar constantemente mais perto do seu limite máximo.

4 – O menor consumo do motor diesel compensa o preço mais caro em relação a outro equivalente à gasolina?
Depende do número de horas que se pretende usar o barco. Imagine que uma lancha consuma, em média, 40 l/h de gasolina e 28 l/h de diesel. Com os preços médios atuais, a economia seria de R$ 80/hora. Mas há o custo inicial maior do motor diesel. Digamos que esta diferença a mais seja de R$40.000 — embora, na hora da revenda do barco, receba-se de volta uns R$10.000, se comparado com outro equivalente, a gasolina. Neste caso, esquecendo custos de manutenção, seriam necessárias 375 horas de uso para amortizar o investimento de ter um motor diesel.

Fonte: Revista Náutica
Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>